restaurante-tematico-inovacao

Conheça alguns bares e restaurantes temáticos no mundo

O segmento de restaurantes continua sendo altamente competitivo, em qualquer lugar do mundo. Não importa se você quer investir num conceito de serviço rápido, rápido-casual, casual ou requintado, existe uma característica comum que é integral através de todos os conceitos – inovação.

Inovação, ou a habilidade inerente de se tornar memorável de mais de uma maneira, é hoje um pré-requisito para o sucesso de qualquer negócio da indústria de alimentação. Nós vivemos numa era onde o feedback do consumidor é instantâneo, e as avaliações dos restaurantes, que estão prontamente disponíveis em diversas plataformas online, têm um papel crítico no processo de decisão do consumidor em sair para jantar fora de casa.

Então, o que exatamente “tornar-se memorável” significa? Simplesmente, que vale à pena fazer uma observação sobre o seu restaurante. Em outras palavras, uma visita ao seu estabelecimento deve impressionar um consumidor a ponto de obrigá-lo(a) a deixar uma avaliação ou compartilhar imagens ou vídeos em fóruns online amplamente reconhecidos e verossímeis.

Existem milhares de novos restaurantes que são inaugurados todos os anos, mas apenas aqueles com os conceitos mais inovadores atingem um recorde recorrente de clientes. A chave nessa situação é inspirar seus consumidores, dar a eles uma experiência memorável e convencê-los a se tornarem embaixadores online (e offline) da sua marca. E é exatamente isso que o restaurante temático Ninja New York fez através de um conceito e tema criativo.

Ninjas em Nova York: um restaurante inusitado!

Se você nunca ouviu falar sobre Ninja, um restaurante temático japonês localizado em Nova York, não seria surpresa. Assim como os guerreiros pelos quais o restaurante é nomeado, ele parece se esconder em plena luz do dia, mas esse local especial vale à pena ser descoberto, especialmente se você tem filhos.

O Ninja New York leva o conceito de restaurante temático a outro nível. Lá, os pratos são (furtivamente) servidos por ninjas, que se jogam do teto, surgem de entradas escondidas, e aparecem em baforadas de fumaça para assustar toda a sua mesa. Jantar no Ninja é uma experiência menos sobre a comida do que sobre o “teatro”, mas nesse caso, tanto a comida quanto a apresentação são melhores do que você esperaria de um típico restaurante temático.

A experiência de comer no Ninja começa a partir do momento que você entra pela porta. Cada detalhe é claramente bem pensado. O restaurante inteiro é cuidadosamente decorado para parecer um vilarejo ninja feudal, ou dojo (um quarto ou saguão no qual judô ou outras artes marciais são praticadas), com corredores escuros, labirintos, paredes de pedra e tetos baixos. A sala de jantar é como um jardim japonês ou gruta, e as mesas são bem separadas umas das outras. Quartos privados também estão disponíveis.

Os funcionários, que tão entusiasticamente desempenham os seus papéis de peritos em artes marciais vindos do Antigo Japão, esgueiram-se sobre os consumidores entre as bebidas servidas – então, pode ser que você fique nervoso demais para realmente comer alguma coisa. Os garçons são todos “ninjas treinados” e realizam truques de mágica e interagem com os convidados pela noite toda.

planilhas-excel-lanchonetes-caixa

Mas mesmo que restaurantes temáticos não sejam sua praia, o Ninja New York é mais que emoção barata. Eles servem pratos japoneses deliciosos e de alta-qualidade junto a performances de caratê e habilidade com katana (espada japonesa). Você pode escolher entradas como costeletas de cordeiro ou sushi, mas as especialidades são os Ninja Art Dishes (a tradução literal é Pratos da Arte Ninja), que envolvem algum tipo de teatro à medida que são servidos (geralmente incluem técnicas com fogo ou facas). Vale à pena esbanjar pelo menos um pouco. Embora a comida seja boa, você paga mais pela experiência do que pela alimentação em si.

fotos-restaurante-ninja-new-york

De fato, o Ninja não é um restaurante para crianças, mas é bem amigável com elas. Enquanto os convidados esperam os pratos, as crianças podem brincar com pequenos brinquedos japoneses, origami e adesivos os quais as crianças podem levar para casa após a refeição. Um jantar para uma família de quatro pode facilmente chegar a U$200 – logo, o restaurante Ninja é um bom lugar para levar sua família para ocasiões especiais.

Como você pode ver, utilizar um tema como inovação para seu restaurante pode ser verdadeiramente um grande negócio!

cardapio-restaurante-tematico


Como os restaurantes temáticos sobrevivem e lucram?

Os restaurantes temáticos criam uma atmosfera única e se tornam conhecidos por algumas peculiaridades, e não há um fim para as possibilidades que um tema oferece se você está pensando em começar o seu próprio negócio.

Cada vez mais restaurantes temáticos estão surgindo devido ao aumento da competição e informalidade. Os adultos estão demandando experiências originais e sabores locais. Conceitos criativos atraem muita atenção, mas manter os clientes retornando é um desafio – um plano de marketing forte é essencial.

Não é possível imaginar quantas ideias loucas de restaurantes existem para serem descobertas, e não existe hora melhor para agir do que agora!

Os básicos de escolher um tema para restaurantes

Uma das melhores partes de abrir seu próprio restaurante é a oportunidade de deixar sua criatividade fluir. Você pode desenvolver um restaurante com sua própria e original ideia. Essa originalidade pode atrair os consumidores! No entanto, criar um tema de restaurante não é tão simples quanto escolher a localização e formular um cardápio. Um tema de restaurante é uma mistura de comida, atmosfera e serviço. Então, como decidir qual tema para restaurantes é o certo para você? Como saber qual tema fará com que você se destaque da sua concorrência?

Esteja ciente de seu próprio preconceito

Geralmente, quando uma pessoa decide que quer abrir um restaurante, ela já tem uma boa ideia do conceito que deseja utilizar: uma churrascaria, uma sanduicharia, uma cafeteria, etc. Isso é ótimo, porque te dá um ponto inicial para começar. Contudo, esteja ciente dos seus próprios preconceitos quanto ao tema do seu restaurante.

Você pode até mesmo acreditar firmemente que sua vizinhança precisa de um local para comer uma boa carne e beber cerveja artesanal. Mas será que os outros concordam com você? Mesmo se você não se importar com os restaurantes locais (que também serão seus futuros concorrentes), muitos se importam. Veja vários restaurantes a partir do ponto de vista de outros consumidores.

Talvez você não suporte música alta tocando no bar local, mas existem várias pessoas que apreciam isso enquanto estão comendo. Ou talvez você pense que não existem tantos restaurantes voltados para um público familiar na sua área. Mas lembre-se: isso é sua opinião, não um fato comprovado.

Para ajudar a evitar seu preconceito, você pode juntar um grupo focal – algo que grandes empresas fazem rotineiramente para ajudá-las a desenvolver produtos e formular campanhas publicitárias. Um grupo focal de 10 a 15 pessoas (certifique-se de incluir pessoas fora do seu círculo de amigos e familiares) vai responder uma série de questões importantes para seu negócio.

Qual é o seu público-alvo?

Pessoas que trabalham em escritórios? Pessoas que trabalham em indústrias ou obras? Famílias? Homens? Mulheres? Quem você espera atrair para o seu restaurante? O que atrai um grupo pode não atrair os outros. Por exemplo: o que apela para famílias com crianças pequenas não vai necessariamente funcionar para pessoas solteiras que trabalham em escritórios e desejam uma cerveja e um aperitivo depois do trabalho.

Identificar o público-alvo do seu restaurante vai te ajudar a moldar melhor o seu conceito e tema. Isso vai determinar coisas como horário de funcionamento, capacidade de assentos, design e decoração do espaço, itens do cardápio e os preços. Por exemplo: se seu público for famílias com crianças pequenas, você não precisa ficar aberto até a meia-noite, ou ter um bar de serviço completo.

Descubra mais sobre seus consumidores

Os dados demográficos da sua cidade podem ser encontrados em vários lugares. O censo nacional oferece o perfil de idade das pessoas na sua área, renda, tamanho do agregado familiar, etc. Câmaras do comércio local e agências de negócios pequenos também são bons lugares para descobrir mais sobre a demografia de uma área.

Quanto mais detalhada for a informação que você encontrar, melhor será o seu conceito de restaurante. Você deve também ir além do seu público-alvo local, se for apropriado. Existe um comércio turístico na sua área? Talvez uma praia ou outras atrações atraiam turistas? Caso sim, você irá incluí-los na sua coleta de dados demográficos? Toda essa informação não somente irá te ajudar a encorpar seu conceito, como também vai fortalecer o plano de negócios do restaurante. Pesquise mais sobre população demográfica.

planilhas-excel-restaurantes-gratis

Estude a concorrência

Veja quem frequenta os outros restaurantes na sua área em um determinado dia ou noite. Os clientes mudam do almoço para a janta, ou de uma semana para o fim de semana? Uma vez que você decidiu o seu público-alvo e faixa de preço, olhe para outros restaurantes com faixa de preço similar. Como seu conceito é diferente do deles? O que você pode fazer melhor?

Estude tendências alimentares

A comida, assim como a moda, passa por tendências e modismos. Alguns itens de cardápio são clássicos e nunca sairão de moda – assim como hambúrguer e pizza. Já outros alimentos caem em tendências, como sanduíches italianos artesanais, e outros em modismos, como água engarrafada.

As revistas e canais de televisão fechados sobre comida são ótimas fontes para encontrar o que há de novo na indústria alimentícia no momento. Nem toda tendência vai se encaixar com o tema do seu restaurante, mas saber o que atualmente é popular vai te ajudar a moldar seu próprio tema.

infografico-inovacao-bares-restaurantes

Outros 10 temas incomuns de restaurantes em Nova York

Se você sempre achou que Nova York era o lugar do cachorro quente, donuts (rosquinhas) e pretzel, então você estava muito enganado. Manhattan está repleta de experiências alimentares originais e únicas, que poderiam se tornar a cereja do bolo das suas férias em Nova York. Se você vai viajar a Nova York em breve, ou apenas se deseja se inspirar, aqui estão 10 dos mais inusitados restaurantes de Nova York:

Nude Dining (literalmente “jantar nu”)

Esse restaurante não é para aqueles que se envergonham com facilidade, mas somente para os glutões destemidos e orgulhos. O restaurante Nude Dining em Nova York é parte da tendência crescente de jantar com “vestuário opcional”. Existem datas definidas mensalmente que devotam uma noite para o jantar completamente nu, mas normalmente existe a opção da pessoa estar totalmente vestida se estiver se sentindo tímida. Os garçons e chefs utilizam uniformes de acordo com as leis sanitárias – caso você esteja se perguntando.

Les Salonnieres

Esse “clube” de jantar com estilo ilícito permite que os consumidores abracem sua personalidade interior dos anos 1920 e batam na porta deste prédio charmosamente dilapidado no Lower East Side, embora nenhuma senha seja necessária para entrar. Os clientes podem esperar um programa envolvente de entretenimento, variando desde pinturas ao vivo, leituras de poesias, aulas de cerâmica e cabines fotográficas. O design do local muda para cada evento, e um cardápio atraente para esse clube de jantar inclui ostras, camarão ao molho barbecue e bolo de chocolate, isso para não mencionar uma ótima lista de coquetéis a demanda.

American Girl Doll Dining

A entrada nesse santuário listrado cor-de-rosa é o sonho de todas as garotas entre 4 a 12 anos de idade. Este restaurante com 140 lugares é inexplicavelmente rosa, com um cardápio igualmente rosa incluindo torradas de salmão servidas com guardanapos rosa enfeitados com buchinha de cabelo. Para aqueles que vão desacompanhados, esse fenômeno americano possui um esconderijo de bonecas para acompanhar seu almoço. Custando U$23 por pessoa, essa é uma experiência única e barata para todas as princesas de plantão.

Opaque Dark Dining

A ideia deste restaurante é oferecer um jantar no escuro para aprimorar os sentidos, e foi inspirado por um conceito europeu. Já na entrada, você é presenteado com uma refeição de vários pratos a um preço fixo numa recepção bem iluminada, antes de ser arrastado para o escuro e a um mundo de sensibilidade. A equipe de garçons deficientes visuais e legalmente cegos oferece uma incrível refeição gourmet. Em uma era de sobrecarga visual e estímulos visuais aumentados, pode ser que você nunca mais queira ligar as luzes na hora do jantar novamente.

Jekyll and Hyde Club

Este é o local perfeito para os fãs do clássico “O Médico e o Monstro”. Prepare-se para uma experiência inteiramente única – pense nela como uma mistura entre Disney e um Show de Horror, repleta de monumentos em movimento, pinturas que falam, rostos que aparecem em espelhos e paredes que se movem. Os garçons oferecem um excelente serviço, e entram totalmente no clima do tema, passeando pelo restaurante a caráter e conduzindo apresentações nas mesas.

Os efeitos especiais e a atmosfera teatral são perfeitos para festas de aniversário de crianças ou agendamento de grupos. Embora seja um pouco cara, a experiência por si só vale muito mais que o preço. Também, para aqueles bem nervosos e ansiosos, existe uma lista grande de coquetéis – perfeita para acalmar os nervos.

La Caverna

Como qualquer covil, La Caverna é discretamente localizada entre um bar e uma lanchonete. Além de ser um ótimo ponto para multidões que saem do trabalho (graças ao seu famoso happy hour), o restaurante também oferece uma cena de dança mais no tardar da noite junto com um saboroso cardápio eclético entre estalactites pendentes, pinturas rupestres, estofos de couro e uma cachoeira iluminada. Recintos protegidos e fendas dão a ilusão de decadência. Há algo de surreal em tomar um Mai Tai assistindo a uma tela de plasma embutida em uma parede de rocha falsa com estalactites em ambos os lados.

Ellen’s Stardust Diner

Esse restaurante é famoso pela sua equipe de garçons cantores (alguns que até mesmo foram além e atingiram fama na Broadway) e é uma verdadeira experiência teatral pelo preço de uma conta normal de lanchonete. O Ellen’s Stardust Diner adota totalmente o tema dos anos 50 e é repleta de mobília retro, assim como é um tributo para a comida arquetípica da América de meados do século anterior. Os itens mais populares do cardápio incluem torta de frango à moda antiga, milk-shakes cremosos e o clássico bolo de carne americano.

Shopsins NYC

Trata-se de um restaurante da velha-guarda. Um cardápio psicodélico dos anos 90 esconde uma lista interminável de pratos que são feitos a partir do zero a cada pedido, formulados com um abastecimento infindável de ingredientes armazenados na cozinha na qual emana a eloquência de xingamentos famosos do chef e dono Kenny Shopsin.

O restaurante é bem pequeno – talvez abrigue 20 pessoas sentadas –, portanto reuniões com mais de quatro pessoas não são permitidas. Além disso, você não pode utilizar seu celular no interior do restaurante. Você esperará um bom tempo pela comida e o serviço de atendimento não é fantástico, mas a comida é fora deste mundo, surreal. Entrar lá é um prejuízo para a saúde, mas vale cada veia entupida.

sistema-para-restaurantes

Tatiana 

Esse restaurante inspirado na cultura russa mantém a vodca fluindo antes e depois de um incrível show musical. Realizado nas noites de sexta e sábado, dúzias de dançarinos saltam no palco banhados de luzes de neon, enquanto acrobatas e engolidores de fogo completam façanhas maravilhosas.

Você provavelmente esqueceria que tem um prato de galinha Keiv ou Borscht na sua frente se ele não fosse tão delicioso. Lá dentro, você se sentirá a milhares de quilômetros distantes de Nova York, já que o show, a companhia e os preços são de outro continente. É chamativo, é divertido, é uma baita de uma experiência.

Kajitsu

A prática culinária desse restaurante é baseada na tradição antiga japonesa do Shojin, que se espalhou dos monastérios budistas antigos quando a religião chegou ao Japão. Os próprios monges insistiam em uma política de não causar danos a outras criaturas, logo a refeição simples e econômica que eles preparavam antes da sua cerimônia de chá ficou conhecida como Shojin.

Apesar da falta de carne ou peixe, a perícia dos chefs em criar pratos excepcionais de vegetais, flores e arroz garantem que você nunca mais sentirá falta de carne. Ironicamente, o restaurante é localizado acima de uma casa de chás, e é adoravelmente decorado com uma mobília personalizada, bules de cerâmica restaurados e antigas louças japonesas. A atmosfera é aberta, serena e amigável, com um aberto balcão para os chefs – todos muito tranquilos.

Conclusão: tema também é inovação!

A inovação é, em sua essência, o que separa o excelente do restante, independente da indústria ou profissão. Isso vale também para a indústria de alimentação, onde a concorrência e a demanda de consumo estão mais ferozes que nunca. Contudo, embora a inovação seja obviamente vital, ela também pode ser uma faca de dois gumes, pois a grande maioria das empresas sente que há um grande abismo entre seus esforços e verdadeiras realizações.

Pergunte a si mesmo: quando você sai para comer e beber com os amigos, o que é mais importante?  Na maior parte, nós estamos procurando a atmosfera correta mais que tudo – um ambiente que adoramos, que complementa nosso humor e cria o tipo certo de energia. É, em outras palavras, a experiência em si.

Então, como criar a atmosfera perfeita no seu restaurante para seus clientes? Os consumidores de hoje estão vivendo numa era de ouro do entretenimento, conectividade social e tecnologia. Eles estão esperando uma experiência inteligente, única e compartilhável quando entram nos restaurantes de hoje, e a atmosfera mais memorável geralmente ganha sua afeição, lealdade, e seus tweets. Você pode inovar de diversas maneiras sendo como é, mas também é possível se transformar e implementar um tema no seu restaurante.

Escolher o tema do seu restaurante influencia seu plano de negócios, e você passa a tomar decisões baseadas no seu estilo de culinária, consumidores alvo e localizações disponíveis. Os restaurantes atraem consumidores através das mídias online (Internet), então desenvolva uma filosofia clara e envolvente junto a uma personalidade única para seu restaurante. Reforce seu tipo de cozinha e previsões financeiras antes de surgir com um tema ou conceito definitivo.

Para a maioria dos donos de restaurantes, um investimento bem pensado em criar a atmosfera certa vai fazer um profundo impacto na experiência positiva dos consumidores e na decisão deles retornarem ao seu estabelecimento com amigos e compartilhar suas experiências.

Você trabalha ou já trabalhou com algum restaurante temático? Tem sugestões ou críticas? Deixe nos comentários abaixo.

Participe e deixe seu comentário abaixo.