man-742766_640

O que um restaurante lotado pode te ensinar sobre inteligência de mercado?

O segredo de um restaurante de sucesso está em algo que todo empreendedor e/ou executivo precisa ficar de olho em 2017 - a estruturação do processo de Inteligência de Mercado e seu funil de vendas

O ano de 2017 impõe um desafio forte para executivos direta ou indiretamente ligados à geração de receitas - fomentar um ciclo consistente de manutenção ou até aumento dos resultados em um cenário econômico ainda muito complicado. Há quem fale que a economia pode oscilar de um crescimento de 2% até mais um ano de recessão.

Ou seja, não haverá muito espaço para desenvolvimento institucional de marca, forma que se fazia comunicação e marketing até pouco tempo atrás - anuncie, invista e o resultado vem depois. Em tempos de vacas magras, há menos espaço para a big idea e mais para small solutions - ações rápidas de vendas, relacionamento e trade marketing para que a marca e sua proposta de valor seja construída ao mesmo tempo que traz resultados ao negócio.

sistema-para-hamburgueiras

Com ou sem a economia em crise, uma coisa não muda - o tamanho da fila em frente ao Paris 6. Para quem não conhece, trata-se de um bistrô francês 24 horas sediado no bairro dos Jardins, em São Paulo, com filiais ao redor do país e do exterior. Aos finais de semana, espera-se até duas horas para uma mesa de casal. Definitivamente a crise não passa pelas cercanias da Rua Haddock Lobo.

Mas o segredo do restaurante está em algo que todo empreendedor e/ou executivo precisa ficar de olho em 2017 - a estruturação do processo de Inteligência de Mercado e seu funil de vendas.

Issac Azar, o proprietário e líder do restaurante, possui um interessante mix de construção de marca e estruturação comercial que torna-o imbatível numa região onde o blasé e o status quo do desenvolvimento gastronômico ainda dá de ombros às melhores práticas de gestão comercial - há quem ache que basta um grande cardápio e um chefe renomado que o resultado vem. O caso do Paris 6 vem exatamente no sentido oposto, por meio de algumas práticas de inteligência de mercado que podem servir ao seu negócio, seja ele alimentício ou não:

Parcerias Inteligentes: O Paris 6 é o único restaurante 24 horas do Jardins, e isso o permitiu fazer parcerias com as principais casas de shows dos Jardins, repleto de teatros. Como as peças terminam tarde, nada mais justo que oferecer apoio ao elenco (muita vezes rodeados de celebridades). Você reforça a freqüência do estabelecimento em um horário de menor circulação e com público de referência.

Tratamento VIP e Disseminação: Ao ter um fluxo interessante de celebridades rodeando o restaurante, Isaac foi extremamente feliz em desenvolver pratos “com o gosto” de algumas destas pessoas, ligadas desde às artes a esportes - além de amizades que ilustram suas mídias sociais. O resultado foi a construção de uma rede de relacionamentos influentes na região de atuação, bem como um menu com pratos assinados por grandes celebridades do público em geral.

Promoções nos horários certos: em dias de menor demanda, o Paris 6 testa novas sobremesas ou apresenta alguns clássicos ao público como brinde ou forte desconto, mediante a vinda ao restaurante e apresentação da postagem em alguma mídia social. O resultado destas ações promocionais é uma forte adoção do público e a entrada no seu funil de vendas.

Relacionamento intimista: Todos os caminhos do relacionamento com o Paris 6 leva a instalar um aplicativo para iOS/Android ou seguir Facebook e Instagram da rede. Ao realizar isso você tem acesso a promoções exclusivas ou acesso gratuito a algumas das pecas de teatro cujo elenco assina os pratos da casa, numa permuta por vouchers para alimentação depois das exibições. Ao realizar este movimento, o Paris 6 fideliza clientes (muitos deles aficionados pelas celebridades que ali rondam) quanto os artistas e expoentes que recebem tratamento especial direto do empreendedor.

Portanto, tenha atenção com as possibilidades de comunicação da sua empresa, criando tanto uma relação inteligente de parceiros que possam alavancar seu negócio quanto um ambiente onde os clientes queiram estar ao seu lado. Para manter este fluxo funcionando, não há segredo: relacionamento e uso inteligente dos seus recursos para gerar interesse, venda e a tão almejada construção de comunidade de defensores da marca. Isso sem tirar o olho do resultado.

aplicativos-delivery-online-restaurantes-01

Achou complicado? Vá a uma fila do Paris 6 que você terá perto de duas horas para refletir bastante sobre como levar estes conceitos para a sua realidade.

João Gabriel Chebante - Fundador da Chebante Brand Strategy. Formado em Administração com Ênfase em Marketing na ESPM, com especialização em Modelagem de Negócios pela mesma faculdade e Gestão de Marcas (branding) pela FGV. Possui onze anos de experiência em marketing, atuando em inteligência de mercado e gestão de marcas como profissional e como consultor de empresas.

Vídeo - Pesquisa

Veja também nosso vídeo, resultado de uma pesquisa na internet, fóruns e com clientes, sobre o que mais irrita clientes em um restaurante.

 

Participe e deixe seu comentário abaixo.