restaurante-po-quilo-balanca

Sistema para Restaurante por Quilo Gratuito Integrado à Balanças.

Um bom sistema para gestão de restaurantes auxilia o empreendedor e os resultados de seu negócio. As vantagens de se utilizar um software que organiza determinadas situações vão além de meros detalhes administrativos, o cliente é prova disso, pois é um dos beneficiados das respostas positivos que um software oferece.

Os ruídos de comunicação que podem acontecer quando o cliente faz o pedido são reduzidos de maneira expressiva chegando a um número quase zero de erros, após o uso de um sistema que gerencia os pedidos e encaminha direto para a cozinha.

O objetivo do Programa Consumer é oferecer a você um software que melhor se adéque ao seu negócio. Neste artigo vamos falar sobre sistemas integrados a balanças em restaurantes por quilo e sorveterias.

Software para Restaurante por Quilo Self Service

Software para Restaurante por Quilo Self Service

 

Antes de começarmos a falar sobre os tipo de sistemas é preciso ressaltar a evolução da internet e toda a tecnologia encontrada em cada ambiente por onde passamos. O que não é diferente em estabelecimentos comerciais, atualmente, os empresários estão cada vez mais envolvidos para caminhar junto à tecnologia com o objetivo de elevarem a qualidade do produto oferecido além de tornar-se referência em seu negócio.

Vale reforçar que, os restaurantes, lanchonetes e todo empreendimento do ramo da gastronomia terão mais chances de fixação no mercado e sucesso no segmento se possuírem maior controle e conhecimento sobre os processos e atendimento ao cliente em seus estabelecimentos. Com todas as ferramentas oferecidas por meio de software é possível notar a diminuição de custos e maior valor agregado ao produto.

Segundo a Associação Brasileira de Automação Comercial (AFRAC), com todo este advento da tecnologia o aumento da demanda por software para auxiliar na administração dos restaurantes tem aumentado gradativamente e movimentou R$2,75 bilhões reais com os último dados de 2013 atualizados pela entidade.

Sistema de Balança para Restaurantes

A balança e todos os equipamentos eletrônicos que fornecem algum tipo de dado precisam estar interligados a um software para gestão. A informação gerada pela balança, por exemplo, dados sobre o peso do alimento quando enviado para o software auxilia no controle de estoque, facilita o check out, o que resulta em menos perdas de material.

Para que todo o processo saia dentro do adequado certifique-se de que o sistema de gestão escolhido por você tenha total segurança.  É preciso ficar atento, principalmente, ao funcionário que ficará responsável por operar o sistema, pois as informações dos dados que estão sendo passadas para o cliente devem ser a mesmas a ser lançadas no sistema. Por isso, na balança é preciso ter visível todas as informações de forma clara e o sistema deve corresponder estas informações.

As principais formas de comunicação utilizadas entre balanças e computadores são: RS 232, USB, Ethernet (RJ 45), RS 485 e Wi-Fi. Para comunicação por meio de Wi-Fi é preciso disponibilizar um roteador exclusivo para a balança, isso evitam interferências e resulta numa melhor qualidade no sinal.

O Consumer é um software para balanças, homologado com diversos fabricantes e modelos no Brasil. Produzimos um vídeo em nosso canal no Youtube, com mais detalhes de um teste realizado junto ao modelo da Toledo Prix 3 Fit. Veja aqui o vídeo.

Sistema Gratuito para Lanchonetes

Como Montar um Restaurante Self-Service

Sabemos que a cada dia que passa aumentam os números de clientes que vão em busca de restaurantes self-service, pensando nisso e contextualizando com o uso de balanças nos estabelecimentos, reforçamos a importância do uso deste equipamento nestes ambientes. A balança é uma das principais máquinas fundamentais para o andamento do restaurante de comida servida por quilo. Contudo, vamos ensinar você a montar seu restaurante self- service.

A escolha por um restaurante self-service vai além da comida saudável, o preço atrai cada vez mais os clientes, tornando o modelo de negócio popular e muito solicitado. A necessidade de se alimentar fora de casa já é uma rotina na vida de muitas pessoas  pela variedade e valor o self-service torna-se uma preferência. Para algumas pessoas é vantajosa ter uma alimentação fora de casa pelo custo-benefício, além da comodidade de não precisar fazer sua refeição para levar na bolsa ao ir para o trabalho.

Para quem pretende entrar neste ramo de negócio, veja a seguir quais as etapas que precisam ser cumpridas para o seu empreendimento funcionar muito bem.

Concorrência de um restaurante self-service

Veja quem são seus concorrentes, áreas no setor da gastronomia têm uma grande oferta em diversos lugares dos mais simples aos mais sofisticados. Analise os pontos onde estão localizados estes estabelecimentos e quem são o público alvo.

Saber com que você irá competir é uma maneira de observar o mercado de atuação. Apesar da concorrência ser grande, sempre há espaço para bons restaurantes. Procure escolher um local com grande movimentação de pessoas e fluxo de veículos isso facilita a visibilidade além de despertar o interesse de quem passa próximo ao local.

Localização

O indicado é estar próximo a grandes empresas, edifícios comerciais repletos de escritórios e do grande comércio, onde há grande fluxo tanto de empregados como de clientes, ambos os públicos precisando se alimentar. Estar próximo a estas pessoas e servir um almoço de qualidade com bom preço é sinal de sucesso e fidelização do cliente.

O imóvel deve ser adaptado sempre pensando no cliente, contando com um banheiro e pia para lavar as mãos, cozinha ampla e salão. A criatividade deve ser a chave do negócio, transforme algo comum em um restaurante atraente para seu público-alvo.

Montando a estrutura de um restaurante self-service

O investimento inicial pode variar de acordo com cada região do Brasil. É preciso investir em um espaço físico, maquinários e móveis. Após analisadas estas questões é preciso pensar em funcionários, licença da Vigilância Sanitária para o funcionamento do local.

Em relação às máquinas necessárias vai depender da quantidade da equipe que irá trabalhar na cozinha é preciso fogões industriais para funcionamento, freezers e geladeira comum para as bebidas e também para frutas e verduras.

Os principais maquinários além dos que içam na cozinha para a elaboração do prato são: a balança de precisão e um balcão para self-service, podendo este ser térmico ou não, trata-se daquela estrutura de metal onde são colocados os pratos com pequenos ganchos e conchas para os clientes irem servindo seu próprio prato.

Serviços e administração de um restaurante self-service

O modelo de restaurante self-service por quilo peso criado em 1990 fez grande sucesso que permanece até os dias atuais. É preciso oferecer uma grande variedade de pratos afim de deixar o cliente mais a vontade e com variadas opções.

Pesquise qual o perfil ideal de restaurantes self-service atenderá melhor seu público alvo. Além das refeições, pense nas bebidas, sucos, refrigerantes, bebidas alcoólicas ou água. Opte pelas bebidas como sendo um complemento.

Sorveteria

Outro modelo de negócio que envolve diretamente, na maioria das vezes, o uso da balança é a sorveteria. Cada vez mais observamos estes ambientes oferecendo sorvetes por quilo, isso torna o uso de máquinas de pesagem imprescindível no trabalho.

Pensando nisso, fizemos uma lista para você que pretende montar uma sorveteria. O modelo apresentado abaixo é de um empreendimento pequeno, ou seja, do empresário que compra o picolé ou massa fornecidos por terceiros, os equipamentos necessários são:

- balcão de atendimento
- carrocinhas de sorvete - Caso o empresário deseje ampliar suas vendas e área de atuação com a contratação de vendedores.
- embalagens plásticas
- freezer armazenador
- freezer expositor
- Mesas e cadeiras para clientes
- Milk-shake mixer
- PDV (terminal eletrônico de Ponto de Venda) com impressora de cupom fiscal
- Utensílios para armazenamento de casquinhas, copinhos, dispensadores de guardanapo, etc.

Em caso de um formato maior de negócio ou de vendas de sorvetes por quilo ou até mesmo a fabricação de sorvetes, por exemplo, envolve o uso de equipamentos de pequeno porte, instalados de forma modular, tais como:

- balança
- batedeiras industriais
- embaladoras, datadores e codificadores de embalagens
- freezer armazenador
- liquidificador industrial
- fogão a gás de duas bocas semi-industrial
- baldes (recipientes)
- formas para picolé
- maturadores

Para a parte administrativa é necessário computador e internet, móveis, impressora e telefone. Um veículo apropriado para transporte de mercadorias torna-se indispensável para a operação da empresa. Além de um software para auxiliar na gestão de todo o negócio, segue abaixo as vantagens.

Vantagens para sua Sorveteria

  • Pedidos por Mesas/Comandas, seja através do computador ou mesmo por celulares e tablets.
  • Pedidos para Delivery/Entregas, controle de frente e motoqueiros.
  • Pedidos para entrega no módulo delivery, integrado ao Google Maps.
  • Pedidos no Caixa/PDV
  • Lançamento de pedidos no balcão, frente de caixa para consumo rápido
  • Bina Identificador de Chamadas
  • Integração com bina para realização de pedidos com maior velocidade
  • Impressora em Rede
  • Imprima diretamente na cozinha para agilizar seus processos internos
  • Módulos Financeiros
  • Diversos relatórios para você acompanhar o desempenho de seu negócio

Concluímos que é importante haver planejamento de seu negócio antes de executá-lo.  Após refletido e posto tudo no papel comece a praticar os meios e dar forma a seu empreendimento. Vimos neste artigo como é relevante o uso de balanças integradas a softwares, resultando em grandes ganhos para seu empreendimento.

O programa Consumer oferece a você o sistema para gestão que melhor se adéqua ao seu negócio. Venha conhecer, venha ser Consumer.

 

 

1 comment

Participe e deixe seu comentário abaixo.