Um Sistema para Restaurante Japonês Pode Aumentar Suas Vendas - Descubra como:

Yo! Ogenki desuka? (Olá, como você está?)

Não é novidade que a cultura japonesa seja atraente e fascinante para um enorme número de pessoas espalhadas pelo ocidente. No nosso país não é diferente, influências orientais podem ser percebidas em todos os cantos, inclusive na culinária, que apesar de ter passado por algumas adaptações tropicais, chega a ser a “comida estrangeira” preferida de muitos brasileiros.

O mercado de comida japonesa passou por uma série de mudanças no Brasil e com a sua popularização vieram novas perspectivas para o mercado de forma geral.  

Este artigo fala sobre Comida Japonesa e sua integração ao ramo alimentício do país, mostrando seus diferentes nichos de trabalho e tratando de questões bem importantes que dizem respeito a esse mercado em expansão.

Caso você mesmo seja um dono de um estabelecimento desse tipo, no fim vou lhe recomendar um Sistema para Restaurante Japonês que tem ajudado empreendimentos de todos os estados brasileiros a conseguir mais clientes. Aposto que ele pode te ajudar de algum modo. Mas depois falamos disso, esse artigo deve ser devorado ainda fresco!

Vamos lá?

Por que os Restaurantes Japoneses têm feito sucesso no Brasil?

Além de ser popular, a comida japonesa ainda é especialmente atraente por ser saudável e de estética bastante diferente da habitual, o que já faz com que muitas pessoas se interessem. Mas também existem algumas coincidências (ou não) do mercado que tem contribuído para o aumento de restaurantes japoneses nos últimos anos. Por exemplo, como o cotidiano de boa parte dos brasileiros é bastante apressado, muitos não tem tempo de cozinhar em casa.

Por conta disso, há um aumento crescente no número de brasileiros que come fora de casa com frequência. O que acontece é que boa parte dessas pessoas já está cansada do convencional. Não satisfeitas, elas têm procurado lugares que além de servir uma boa comida, sejam legais, descontraídos e diferentes para se passar um tempo com a família e os amigos.

Essa é a verdade: Os clientes esperam que além de bons pratos, o estabelecimento também lhes ofereça uma experiência especial e agradável.

E é com base nessa premissa que os “SushiBars” mudaram de formato e passaram a se tornar lounges também agradáveis para reuniões numerosas e, é claro, longas conversas.

A popularização dos Food Trucks também beneficiou os amantes de comida japonesa com menos tempo hábil e, por consequência, ampliou ainda mais o mercado.

Veja bem, mesmo que estejam extremamente atarefados, os consumidores podem passar por um “Trailer de Comida Japonesa” e pegar algo gostoso para comer sem gastar muito do seu tempo. Afinal, a comida japonesa vendida nesses locais é preparada bem rápido, e é esse fato que dá aos Food Trucks uma importante prioridade.

Então agora você já conhece alguns segredos para conseguir mais clientes para o seu restaurante japonês. Já sabe que é importante, além de alimento frescos e bem preparados, investir em um atendimento de qualidade, dispor de uma equipe bem alinhada e cuidar atentamente da gestão disso tudo.

Este último item é muito importante: a gestão do restaurante japonês. De que adianta investir em infra-estrutura, ingredientes, bons funcionários… e não investir em gestão? Seria como tentar levantar uma parede sólida sem nada para unir os tijolos.

É válido lembrar que uma boa gestão pode ser bem mais que contar com um bom gerente. Uma boa gestão trata de precisão e responsabilidade para o planejamento e execução de cada um dos variados processos que o cuidado com um restaurante japonês envolve.

Para saber mais sobre o assunto, é ideal ouvir alguém que trabalha na área e quais suas recomendações. Então vamos descobrir porque…

O Eba Sushi Recomenda um Sistema de Gestão para Restaurante Japonês

Para entender melhor essa recomendação vamos conhecer o Magno Reis, um apaixonado pela culinária japonesa, pelo empreendedorismo e o Marketing digital.

O Magno tem dicas bem interessantes para quem tem ou pensa em montar o próprio negócio na área, aperte o play e confira o que ele tem a dizer.

Caso você queira conhecer o Eba Sushi, ele fica em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo. Ele fica na Rua Joaquim Ferreira da Silva, próximo a Avenida do Taboão. O site deles está cheio de dicas para o empreendedor que desejar começar um negócio na área. Clique aqui para dar uma olhada nas dicas!

Agora que você já sabe o sistema que o Magno usa em seu restaurante japonês, vamos ver de perto o que um sistema de gestão de pedidos pode fazer por um estabelecimento alimentício na prática.

O Sistema para Restaurante Japonês Escolhido pelo Eba Sushi é o Programa Consumer

Como mencionado antes, a quantidade de processos e demandas de um restaurante japonês é muito grande e é por isso que a gestão é parte fundamental do negócio.

Sistema de gestão para estabelecimentos alimentícios. Saiba mais!

E se você pudesse contar com um programa que além de emitir seus pedidos e funcionar como um sistema de frente de caixa, ainda ajuda na gestão do estoque e até planeja rotas de entrega para Delivery?

Bom, nesse caso, a sua produtividade aumentaria drasticamente. Principalmente porque um sistema desse tipo evita atrasos e equívocos com os pedidos, o que costuma deixar os clientes mais satisfeitos.

O Programa Consumer conta com mais de 100 funcionalidades especialmente elaboradas para a área da alimentação. Cada uma das ferramentas é voltada para suprir necessidades recorrentes que foram observadas em pequenos e grandes investimentos.

O sistema já tem mais de 100 mil Downloads e presta suporte a usuários distribuídos por todos os cantos do país. A melhor parte é que o Consumer tem uma versão gratuita disponível para Download! Clique no banner ao lado para saber mais.

Se você não acha que precisa de um sistema de gerenciamento para seu restaurante japonês… Talvez seja uma boa ideia dar uma chance ao Software e ver quais soluções ele traz para os seus problemas.

Dê só uma olhada em algumas das ferramentas do Consumer mais utilizadas por outros restaurantes japoneses:

  • Cadastro otimizado de clientes para um atendimento mais ágil

Se você levar em conta os recursos gastos com publicidade, manter um cliente é mais barato do que conseguir um novo. É por isso que cadastrar seus clientes pode ser importante. Ao serem cadastrados os clientes aumentam seu vínculo com o estabelecimento e fornecem informações que podem ser muito úteis para elaborar promoções ou até mesmo fazer pesquisas a respeito do seu público.

O Consumer permite que você cadastre seus clientes em poucos instantes apenas preenchendo lacunas pré-estabelecidas. Quanto mais rápido o operador conseguir cadastrar alguém, mais tempo terá para dedicar-se em outras tarefas.

E se por ventura precisar contatar algum cliente em específico, a ferramenta conta com alguns filtros de busca que podem lhe ajudar a organizar seus consumidores por ordem de idade, endereço e gênero.

  • Rota Otimizada para entregas mais rápidas e econômicas

Não é raro que estabelecimentos especializados na culinária japonesa também façam entregas de alguns dos itens do seu cardápio. Como a principal reclamação dos consumidores ao pedir comida em casa é o tempo de espera, o Consumer desenvolveu uma ferramenta chamada “Rota otimizada”, que promete economizar tempo e combustível.

O planejador de rotas é fruto de uma integração do Consumer com o Google Maps. Através da ferramenta você pode colocar uma série de endereços de entrega relativamente próximos e o sistema traça um caminho que o permita passar pela maior quantidade de casas no menor tempo possível. Você pode facilitar o trabalho do entregador e deixá-lo mais eficiente, além de economizar no combustível por que os motoqueiros não precisarão mais dar enormes voltas desnecessárias.

A Rota Otimizada do Programa Consumer pode ajudar o seu motoqueiro a economizar tempo e combustível.

Clientes do Consumer relataram melhoras diminuições de até 65% no tempo de entrega. Seus consumidores parecem bastante satisfeitos com a otimização e tem aprovado a melhoria.

  • Ficha técnica customizada e detalhada para cada prato

Já teve problemas por conta de algum cliente ter reclamado por conta de algo no pedido que não veio como o imaginado? Tenho quase certeza que sim. Infelizmente nem todos os consumidores sabem como mandar um prato de volta para a cozinha educadamente, e para evitar transtornos causados por equívocos na hora da passagem ou no preparo do pedido é que o Consumer aprimorou a ficha técnica.

Com essa ferramenta você pode criar um inventário customizado, em que registra cada um dos ingredientes que compõem os itens no seu cardápio.

Desse modo você consegue evitar que equívocos causem desperdícios, já que se o alimento voltar para a cozinha… muito provavelmente vai acabar no lixo.

Usando a ficha técnica você também consegue utilizar melhor uma outra ferramenta do Programa Consumer: o Controle de Estoque Automatizado.

  • Controle de estoque preciso e automatizado para maior controle de insumos

Na culinária Japonesa, os alimentos são preparados frescos, e em caso de excedentes pode ser que algo acabe estragando. Por conta disso, muitos negociantes tendem a comprar apenas quantidades mais ou menos precisas de peixes e outros alimentos facilmente perecíveis. Porém, isso faz com que alguns ingredientes faltem e, ao menos no mesmo dia, todos os pratos que levam esses ingredientes não poderão ser feitos adequadamente.

Para evitar compras muito exageradas ou reposições insuficientes é que o Consumer desenvolveu uma ferramenta que além de controlar o estoque, o faça automaticamente, toda vez que um pedido é confirmado.

Saiba mais sobre o controle de estoque clicando no vídeo abaixo.

Manter seu restaurante japonês em ordem pode ser ainda mais fácil! Para ter mais detalhes sobre o Consumer e suas demais funcionalidades é só clicar no banner.

Este artigo lhe deixou com alguma dúvida? Tem alguma sugestão ou reclamação? Entre em contato com a gente, seus comentários são sempre bem-vindos.

Leia também: Descubra como um barzinho aumentou sua produtividade usando uma comanda mobile.

Participe e deixe seu comentário abaixo.