Habib’s investe em Delivery para crescer em 2020

O Habib’s Delivery é uma rede brasileira de franquias no setor de fast food. Especializada em comida árabe, o primeiro restaurante foi fundado em 1988, na cidade de São Paulo, pelo empresário Antônio Alberto Saraiva.

A rede é pioneira no sistema de entrega por delivery e ganhou grande projeção no mercado por conta do seu modelo de vendas, pelas bib'sfihas comercializadas e pelos preços acessíveis do seu cardápio. 

Tornou-se, assim, a maior rede de fast food de culinária árabe do mundo e a maior e mais  popular rede de franquia no ramo da alimentação no Brasil. 

Por conta de toda essa popularidade, o Habib’s está presente em quase todo o território nacional.

Do mesmo dono, o Ragazzo faz parte do grupo AlSaraiva. Criado em 1991, a rede funciona com o mesmo modelo de negócio do Habib’s, com a diferença de que a especialidade da casa é outra: a culinária italiana.

Sempre se destacando no mercado de fast food, em meados de 2014, o cenário mudou para o grupo AlSaraiva. Tal como todo o mercado econômico brasileiro, o grupo enfrentou o período de recessão causada pela crise econômica e durante esse período teve várias de suas unidades fechadas.

A situação agravou-se com alguns processos tributários que a rede de franquias respondeu, os quais custaram a ela um preço bastante alto.

 Dessa forma, foi necessário pensar em uma estratégia para voltar a crescer.

Para o Habib’s, a saída é pelo Delivery

A estratégia para superar a fase ruim pela qual estava passando foi antecipar a abertura de novas unidades ainda em 2019.

Só neste ano, já foram abertas 20 unidades do Habib’s e 100 do Ragazzo.

Outra aposta feita foi no foco em vendas por app delivery. 

Para isso, o Habib's está investindo pesado em seus pontos de atendimento dos pedidos feitos via app delivery.

O objetivo é aprimorar a experiência dos consumidores que acessam a rede pelo aplicativo, fazendo mudanças que afetam desde o pedido online até a retirada do produto nas lojas.

Tais decisões não foram pensadas sem fundamento, ao contrário, tiveram como base os números obtidos pela companhia em seu relatório de vendas.

Hoje, os pedidos feitos por meio do delivery e do pick-up (modalidade em que o cliente faz o pedido pelo aplicativo e o retira no estabelecimento) representam 46% do volume de vendas, quase metade da receita financeira da franqueadora.

Aliada a esses dados, está, também, a tendência de crescimento do bilionário mercado delivery ou food service brasileiro

Em vista disso, investir no modelo de vendas online foi o caminho encontrado pela franqueadora de culinária árabe para sua recuperação e expansão em 2020.

Novo processo para retirada dos pedidos

A retirada dos pedidos também passará por transformações. Ela é a parte final do processo de entrega de pedido e de fundamental importância para o resultado da experiência do consumidor com o delivery.

Será implementado um novo sistema de drive-thru duplo: um para os cliente que fizerem seu pedido no estabelecimento e outro para aqueles que fizeram o pedido via app delivery.

As 262 franqueadas Habib’s e Ragazzo que possuem drive-thru passaram por reformas para se adaptarem ao novo modelo. A meta é que, nos próximos meses, o número suba para 360 unidades.

Esse tipo de atendimento, muito comum no Estados Unidos, tem o objetivo de tornar ainda mais satisfatório e prático a retirada, pelos clientes, dos pedidos nas unidades.

A companhia, inclusive, está reforçando sua presença online em todas as plataformas que trabalham com app delivery de comida para consolidar sua marca.

Por isso, desde 2018, ela está presente no iFood. E falando em iFood, o Programa Consumer é hoje a solução com o maior número de restaurantes integrados no Brasil junto ao App iFood e tem uma integração exclusiva para seus clientes ganharem agilidade nos pedidos.

Com a intenção de se aproximar do público jovem, o Habib's também aderiu, este ano, ao canal de delivery via WhatsApp, o qual funciona com o mesmo número do delivery por telefone.

Aplicativo próprio é a grande aposta

Ciente de que é preciso estar à frente de suas concorrentes estrangeiras, como Mc Donald’s e Burguer King, o Habib’s investe, também, no aplicativo próprio da marca.

Por haver fortes concorrentes neste setor de redes fast-foods e outros tantos estabelecimento na área da alimentação que também utilizam o iFood como sistema delivery, o aplicativo próprio é uma ótima estratégia para fidelizar seus consumidores.

Com o próprio app, a rede consegue diminuir a concorrência com outros estabelecimentos e oferece uma experiência mais personalizada aos seus clientes, como promoções e cupons de descontos exclusivos.

Habib's aposta no próprio app delivery de comida para crescer em 2020

Que tal criar seu próprio app de Comida Delivery?

Como o Habib’s, grandes negócios da área da alimentação já perceberam que é extremamente importante criar o próprio aplicativo.

Ter o próprio app de comida delivery online garante as seguintes vantagens:

  • Criar uma interface personalizada com a identidade visual do estabelecimento;
  • Ter um espaço digital exclusivo para a sua marca, sem concorrência;
  • Editar, facilmente, promoções, combos e as categorias dos seus produtos.

O MenuDino, plataforma completa de Delivery online pelo site ou app, foi desenvolvida pelo Programa Consumer e oferece todas essas vantagens e ainda tem mais:

Não há cobrança de taxa sobre as vendas realizadas pelo estabelecimento! Veja abaixo todas as soluções do Consumer para automatizar seus processos e melhorar sua lucratividade.

No MenuDino, você pode escolher se quer ter apenas o seu site delivery ou se também deseja que o seu estabelecimento tenha o aplicativo próprio.

A plataforma foi concebida totalmente focada para os estabelecimentos da área de alimentação que trabalham com delivery.

E se o seu estabelecimento está no iFood, não se preocupe: o MenuDino possui integração exclusiva e facilitada com iFood! 

Nunca foi tão fácil criar o próprio app delivery de comida quanto com o MenuDino!

Quanto custa ter um app de Delivery?

Para quem ainda não pode investir em um aplicativo, o MenuDino tem uma versão gratuita de delivery online via site que pode ser usada por 15 dias. Nessa versão o pedido feito via site do cliente, chega integrado ao Consumer Desktop, é enviado para impressoras e monitores de produção. A emissão do cupom fiscal também ocorre com 1 clique.

Na versão gratuita que não expira após os 15 dias, os pedidos não chegam integrados ao Consumer Desktop, mas sim diretamente no WhatsApp do estabelecimento, em seguida deve ser incluído do sistema de vendas manualmente.

E para criar o app delivery do seu estabelecimento na área de alimentação não é preciso altos investimentos! A versão Premium do MenuDino  possui ofertas a partir de R$84 mensais. Clique aqui e conheça detalhadamente os tipos e valores dos planos do MenuDino Premium.

Instale o Programa Consumer gratuitamente e saiba porque milhares de estabelecimento no setor da alimentação já escolher o Programa Consumer para gerir seus processos!

3 comments

Participe e deixe seu comentário abaixo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.