O Que é Chargeback, Como Funciona e Como Evitar Fraudes

O Chargeback é o pedido do cliente de cancelamento de uma compra realizada no cartão de crédito ou débito e de forma online.

Segundo uma pesquisa de 2017 da Konduto, o comércio eletrônico brasileiro sofre uma tentativa de fraude a cada cinco segundos.

O golpe com pagamento via cartão de crédito, seja clonado ou não, é a forma mais comum entre essas fraudes.

O Chargeback pode acontecer de várias maneiras, e nem sempre o cliente está agindo de má fé. 

Entenda o que é e como evitar o chargeback.

O Que é Chargeback?

A tradução do nome já diz tudo: charge significa “cobrança” e back significa “sentido contrário’, isto é, “cobrança ao contrário”.

Trata-se do processo de devolução de crédito ao titular do cartão ou devolução do dinheiro, em caso de débito.

Para entender melhor, imagine que você, um dia, ao receber a fatura do seu cartão, percebe que o valor está diferente do esperado.

Logo, você percebe que há algumas compras online das quais você não se lembra. Em outras palavras, alguém realizou esses pagamentos com dados roubados!

Nada mais natural do que ligar para a administradora do cartão e pedir que essas compras sejam canceladas, certo? 

Nesse caso, a operadora do cartão de crédito realizará uma breve pesquisa que pode levar algum tempo. Mas, provavelmente, realizará o tão temido chargeback.

Se você trabalha com pagamentos online, com certeza, sente dor de cabeça só de pensar nisso.

Entretanto, ele é um direito do consumidor, justamente para evitar situações de clonagem de dados.

Os casos de chargeback podem acontecer quando uma compra não é reconhecida pelo cliente ou se não obedecer aos regulamentos da operadora do cartão.

Ele é bem diferente do estorno.

Enquanto o chargeback geralmente é iniciado pelo cliente, o estorno é realizado pelo próprio estabelecimento e geralmente envolve a devolução do produto.

Porém, quando lida-se com produtos impossíveis de serem devolvidos, como comida, é muito difícil aplicar-se o estorno.

O chargeback é feito para proteger o consumidor, mas pode ser uma brecha para aqueles que agem de má fé.

O chargeback é uma maneira de manter o consumidor protegido no caso de dados roubados ou cartões clonados.

Entretanto, ao mesmo tempo que protege clientes honestos, ele pode significar uma brecha para golpistas.

Existem formas de evitar golpes como o chargeback. Antes, é importante compreender o processo.

Como o Chargeback Fraudulento Acontece?

Imagine que você, um empreendedor no meio gastronômico recebe um grande pedido delivery de 20 porções de batata frita e 2 refrigerantes em lata.

Parece estranho, não é?

Porém, sem imaginar muito, você permite essa entrega.

O pagamento foi realizado por meios virtuais, os produtos entregues e a noite acabou bem e com muito lucro.

Entretanto, na semana seguinte, a operadora do cartão entra em contato com você e seu estabelecimento.

O cliente alegou clonagem do seu cartão e a administradora aprovou o pedido de chargeback.

Ela exige que você devolva o pagamento para que ela possa remover a compra da fatura do cliente. Seria como se a compra fosse desfeita.

Porém, o prejuízo de 20 porções de batata e 2 refrigerantes continua, não é mesmo?

Esse é um exemplo de chargeback fraudulento.

Imagine isso acontecendo várias vezes… O prejuízo seria gigante!

Para tornar tudo ainda mais preocupante, existem operadoras de cartão que punem estabelecimentos que sofrem muitos chargebacks!

Entenda, agora, como, estudando o funcionamento do chargeback, podemos tentar evitar esses casos.

O chargeback é um medo de todos os comerciantes.

Como Evitar Chargeback Fraudulento?

1. Desconfie de Pedidos Estranhos

Em lanchonetes é muito comum que alguém peça um X-Tudo com um refrigerante lata.

Seria bastante estranho se alguém pedisse apenas refrigerantes, ou muitos refrigerantes e apenas um lanche, não é mesmo?

Estar atento a esses detalhes permite prevenção de prejuízos.

Pedidos com ítens repetidos podem estar errados e acarretar em chargeback no futuro.

2. Adote uma Política Própria de Segurança

Se você encontrou algum pedido parecido com esse do primeiro tópico, você pode tomar alguns cuidados.

O ideal, a primeiro momento, é pedir apresentação do documento do titular do cartão, juntamente com o cartão físico, antes de entregar o pedido.

3. Contrate um Sistema Antifraude

Quem usa o MenuDino e aceita pagamentos online, pode contratar o Sistema Anti-Fraude da Cielo, onde compras suspeitas podem ser escaneadas e analisadas.

Dessa forma, é muito mais fácil identificar compras suspeitas antes mesmo delas ocorrerem.

Segurança e Exclusividade Para o Seu Restaurante

Por que limitar-se apenas à venda presencial?

Você deixará o medo tomar conta das suas decisões e fazer você perder vendas?

Enquanto existem algumas pessoas desonestas tentando aplicar golpes, existem centenas de clientes em potencial que procuram formas mais práticas de pedir delivery!

Agora que você já sabe o que é o chargeback e como evitá-lo, pode tranquilamente trabalhar com pagamentos online.

O MenuDino, em conjunto com a Cielo, oferece praticidade, segurança e exclusividade para seu restaurante.

Ele é a plataforma delivery onde você pode ter seu próprio site e aplicativo.

Sem concorrência, ao alcance dos seus clientes, totalmente personalizável, você terá seu nome nos smartphones de toda a região.

Tenha um app desenvolvido apenas para você, com seu logo e seu nome. Conquiste downloads e vendas. Confie no MenuDino.

Com o MenuDino, você tem integração, facilidade e segurança.

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais sobre o mundo do empreendedorismo na gastronomia? Continue acompanhando o nosso blog. 

Mantenha-se atualizado, continue no topo.

Participe e deixe seu comentário abaixo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.