Programa de Fidelidade Para Restaurantes: Consiga mais clientes fiéis

“Obrigado, volte sempre.” São as palavras que todo dono e atendente de estabelecimento alimentício mantém na ponta da língua. Quando se trata de comida, é bom ficar de olho nas visitas: clientes satisfeitos tendem a voltar pra comer mais vezes no mesmo lugar.

Antigamente os descontos eram só para amigos ou familiares dos donos, que abusando de sua confiança e amizade diziam “E pra mim quanto custará esse serviço? Venho sempre aqui…” Então para evitar injustiças e deixar mais clientes satisfeitos é que muitos restaurantes, bares e lanchonetes implementam algum tipo de Programa de Fidelidade.

Afinal, é comprovado que promoções ou estratégias que distribuem premiações aos clientes frequentes geram mais vendas e resultados.

Vou contar nesse artigo TUDO o que é preciso saber para criar, fiscalizar e popularizar um programa de fidelidade ideal para o seu estabelecimento.

Então, sugiro que vá rolando a página calmamente para conferir os diversos tipos de programa de fidelidade, as vantagens trazidas por cada um deles e entender quais são os diversos benefícios que a fidelização pode trazer para o seu negócio no ramo da alimentação.

Conte-me mais. O que é um programa de fidelidade?

Quem é que nunca ganhou mimos, descontos, prêmios ou cortesias por frequentar sempre o mesmo lugar? Se você já ganhou, talvez tenha se perguntado: o que é que a empresa que distribui esses brindes “ganha” ao me dar isso “de graça”?

Veja bem, a preferência do consumidor por aquele estabelecimento é de muita valia para quem mantém o lugar, não é?

Nesse caso, não parece justo que ambos sejam recompensados por isso?

Implementar um programa de fidelidade significa oficializar esse processo, em que o estabelecimento incentiva seus clientes a retornar em breve, para que consequentemente gastem mais no local.

Você com certeza já viu alguns anúncios de programas de fidelidade, eles costumam ser mais ou menos assim:

  • “A cada 4 pedidos feitos pelo telefone, a entrega do quinto é inteiramente grátis.”
  • “Ganhe descontos especiais ao trazer um amigo”
  • “Toda vez que vier almoçar no nosso restaurante você ganha um adesivo. Junte 10 adesivos para ganhar um almoço grátis.”

Existem muitas boas estratégias de fidelização, por isso é bom ficar atento ao que de fato é um diferencial no ramo. Se um plano de fidelidade tiver o mesmo princípio de todos os outros, perde a graça.

Os clientes querem se sentir especiais, querem saber que são diferentes dos consumidores ocasionais. Os clientes leais buscam algum tipo de recompensa exclusiva, atraente e útil em troca de sua preferência: eles querem ser bem premiados por sua fidelidade ao estabelecimento em que constantemente vão.

Veja alguns dados a respeito dos Programas de Fidelidade:

(Infográfico: E-commerce Brasil)

E por que é que um programa de fidelidade para restaurantes é assim tão interessante?

A estratégia de fidelizar clientes é usada em muitos ramos: Companhias aéreas, bancos, lojas de roupa, times de futebol… Mas em nenhum desses segmentos o programa de fidelidade é tão útil quanto no segmento alimentício.

Pense comigo. As pessoas não têm de viajar, comprar roupas e assistir jogos todos os dias… Mas, em compensação, tem de escolher o que (e onde) comer todos os dias. Então é natural que as chances de um cliente “voltar em breve” para comer em um estabelecimento sejam maiores que as chances de ele voltar para comprar outro sapato, por exemplo, em uma mesma loja de calçados, em um curto período de tempo.

Como as diferentes empresas do setor alimentício costumam ficar em pontos de venda próximos, ter ofertas parecidas e preços competitivos… Um programa de fidelidade pode ser o diferencial adequado para deixar o consumidor um pouco mais inclinado a comprar naquele lugar em específico e continuar voltando a comprar nele.

Afinal, penso que não conheço ninguém que não fique refém de prêmios, benefícios, vantagens e boas oportunidades de economia. Todos gostamos de receber mais do que o encomendado.

Conheça as 4 principais vantagens de se implementar um programa de fidelidade em um estabelecimento alimentício

(Infográfico: Breno Mazza via Consumer)

  • Muitos consumidores voltam sempre

Um programa de fidelidade para restaurantes tem o intuito principal de: fazer com que o cliente volte mais vezes para consumir mais, em um período mais curto de tempo.

As pessoas tendem a criar hábitos. Preferem visitar lugares em que apreciam não só a comida, mas também o atendimento e a filosofia de trabalho. Por conta disso, não demora até que comecem a surgir os clientes fiéis, os que aparecem com tanta frequência que é impossível não se recordar dos seus rostos e nomes.

É mais barato e vantajoso manter um cliente do que conseguir um novo. Todos os visitantes têm de ser cativados desde sua primeira visita e tratados como clientes fidelizados em potencial.

O programa de fidelidade pode ser um dos critérios do consumidor para escolher onde vai almoçar, jantar ou fazer uma pausinha. Se ele estiver acumulando pontos ou obtendo vantagens por frequentar determinado lugar repetidas vezes, ele com certeza pensará primeiro em ir lá e depois de ponderar os benefícios e economias. O que nos leva ao segundo benefício.

  • O programa de fidelidade é uma vantagem competitiva

Se o consumidor tem uma série de opções em mente, todas muito atraentes, vai ter de tomar uma decisão.

Para tomar essa decisão ele vai comparar os benefícios oferecidos por todas as empresas e provavelmente escolher a que mais lhe agrada por um motivo ou outro. O sabor da comida, o atendimento e o custo-benefício são levados em conta.

Para manter a competitividade, empresas que atuam no mesmo ramo tem de planejar estratégias diversificadas para cativar as pessoas que decidirem conhecer a proposta do estabelecimento.

É importante lembrar que um programa de fidelidade já saturado, comum e muito utilizado por muitos concorrentes… acaba sendo muito menos eficiente que outro que pareça inovador, com diferenciais atraentes que carregam o ar de novidade.

  • Implementar um programa de fidelidade é bom e barato

Os custos de se implementar um programa de fidelidade são relativamente muito menores que os custos de outras estratégias e promoções publicitárias.

As campanhas mais agressivas, mesmo com descontos mais generosos,  podem gerar menos resultados por parecerem menos atraentes para os clientes que “uma recompensa gratuita e exclusiva” pela sua preferência enquanto consumidor.

Vamos pensar em um exemplo específico: Uma lanchonete que oferece como recompensa um de seus lanches, um X-Tudo, a cada 10 lanches comprados pelo cliente. A cada dez lanches, ganhar um, parece ótimo negócio para quem frequenta sempre essa mesma lanchonete.

Talvez a ideia de um programa de fidelidade seja, ao menos no princípio, mais interessante para os consumidores que já frequentam o lugar. Mas com certeza ganharão os clientes novos com o tempo.

  • Vale a pena. Implementar um programa de fidelidade gera lucros e consolida sua marca.

Ninguém vai estranhar que um restaurante, pizzaria, bar, lanchonete ou qualquer outro estabelecimento alimentício tenha um programa de fidelidade em vigor. Quanto mais programas conhecem, mais receptivas e atentas a esses programas as pessoas se tornam.

Conseguir convencer o consumidor a comprar mais, especialmente em um curto período de tempo, faz com que ele gaste mais de seu ticket médio no estabelecimento. Isso gera mais receita e movimento no local. O custo de premiar um cliente com um lanche depois de ele ter comigo dez, é quase irrelevante em relação ao lucro trazido por esse mesmo cliente.

Além de ter visitado o estabelecimento tantas vezes, o cliente tornou-se leal ao serviço. O cliente é frequente e portanto é agora um cliente fidelizado.

Existem diferentes tipos de programa de fidelidade. Qual deles é o melhor?

Cada um dos diferentes tipos de programa de fidelidade existe com um propósito direcionado. Todos têm prós e contras, vantagens e desvantagens. A seguir vou listar 7 diferentes tipos de programa de fidelidade e apresentar brevemente suas características. Atente-se a cada um dos tipos e tente perceber qual melhor se adequa à sua estratégia de negócio.

Conheça 7 Diferentes tipos de programa de fidelidade para restaurantes e afins que podem alavancar as suas vendas

(Infográfico: Breno Mazza via Consumer)

  • Cartões de fidelidade

Um dos mais recorrentes tipos de programa de fidelidade para restaurante. O cartão de fidelidade é charmoso e possui a maior aprovação da categoria no segmento da alimentação.

Ele funciona basicamente assim: Na primeira compra, o cliente recebe uma cartela ou cartão com lacunas em branco. Conforme faz compras no estabelecimento, ganha um carimbo, adesivo ou assinatura que comprova a sua compra e preenche um dos espaços disponíveis no cartão de fidelidade.

O cliente vai se familiarizando com o hábito de carregar o pequeno cartão consigo. Quando o cartão estiver totalmente preenchido significa que o cliente foi fidelizado com sucesso, voltou ao estabelecimento diversas vezes para consumir, e merece ser recompensado por isso.

O cartão de fidelidade também pode servir para fazer publicidade indireta, já que os participantes costumam convidar amigos a fazer o mesmo e aproveitar dos benefícios.

A natureza da recompensa e a frequência com que serão distribuídas são questões que cabem ao responsável pelas estratégias de publicidade e propaganda do local.

  • Sistema de fidelização digital baseado em pontuação

Também muito popular, o sistema de fidelização digital tem ganhado cada vez mais adeptos. Ele funciona basicamente como o cartão de fidelidade, mas ao invés de adesivos ou carimbos, o cliente acumula pontos digitais que são automaticamente creditados ao seu “perfil virtual” criado na primeira compra.

O perfil do cliente é vinculado aos seus dados pessoais e o sistema é quem faz o controle antes designado ao cartão. Depois de acumular pontos suficientes, o cliente será notificado, e então, seu desconto ou benefício será habilitado.

Inclusive, o Programa Consumer agora conta com um novo módulo de controle voltado para a fidelização de clientes. Experimente agora mesmo.

Não se esqueça de sempre deixar seus funcionários familiarizados com o sistema e lembre-os de explicar para os clientes, detalhadamente, o funcionamento do Programa de Fidelidade. É importante que o consumidor também possa consultar seus pontos ou pedidos acumulados quando quiser.

  • Sistema de níveis de recompensa

A sociedade gosta de status e títulos, com os consumidores não é diferente. Os programas de fidelidade que trabalham com o sistema de “Níveis de recompensa” procuram recompensar os clientes não só lhes oferecendo diversos benefícios, mas também lhes concedendo títulos, que por sua vez, lhes concedem vantagens definitivas.

Talvez você já tenha visto esse modelo de fidelização por aí. As abordagens que o acompanham costumam seguir os seguintes modelos:

  • A partir da terceira visita o cliente passa a ter 5% de desconto.
  • Depois de ter X pontos acumulados, as entregas começam a ser gratuitas.
  • Ao se cadastrar no programa o cliente tem acesso a benefícios progressivos que aumentam conforme seus gastos no estabelecimento aumentam.

É claro que as abordagens, valores e vantagens variam muito. Os pequenos diferenciais dos programas de fidelidade é que podem tornar aquela abordagem em específico atraente aos olhos do consumidor.

Algumas empresas criam categorias ou rankings que levam em conta o consumo de seus fregueses para lhes oferecer benefícios. Vamos imaginar um exemplo em que a empresa cria três diferentes categorias, que oferecem mais recompensas aos clientes que consomem mais:

  • Cliente Bronze: Clientes Bronze possuem 5% de desconto em compras acima de 20 reais. Os clientes bronze são todos aqueles que fizeram menos de 10 diferentes compras no local.
  • Cliente Prata: possui 10% de desconto em compras acima de 20 reais e recebe ainda mais 5% de desconto quando pagar em dinheiro. Para ser Cliente Prata o consumidor tem de fazer ao menos 10 compras no local.
  • Cliente Ouro: Recebe uma mochila com a logo da marca e todos os benefícios de um cliente prata. Para merecer o título de Cliente Ouro o consumidor tem de fazer 25 compras no local.

Esses sistemas de níveis de recompensa tem ganhado muita popularidade nos últimos anos. Isso se deve ao fato de se adequarem aos diferentes perfis de consumidor que frequentam o estabelecimento.

O sistema por níveis de recompensa cria uma fidelização progressiva, muito atraente para os clientes.

Faça o download do Consumer agora mesmo.

  • Fidelização paga

Esse programa de fidelidade é um tanto diferente dos demais. Funciona assim: O cliente paga um determinado valor para ser incluído no programa de fidelidade, que nesses modelos, mais parece uma sociedade voltada aos consumidores mais interessados.

Muitos clientes parecem estar dispostos a pagar pelo título de “membro” de determinado clube, grupo ou sociedade de consumidores. Isto é, desde que esse título os conceda benefícios exclusivos e os dê perspectiva de ganhos e vantagens.

Caso esteja pensando em adotar essa estratégia, lembre-se de abordar o que é oferecido por meio da fidelização paga de modo a enfatizar o seu valor.

Se os benefícios ficam sempre em destaque, o preço se torna um detalhe. As pessoas estão dispostas a pagar por algo que lhes renda bons frutos e lhes ofereça um bom custo-benefício. Procure ajudar o seu cliente a tomar consciência das vantagens que você pode oferecer caso ele decida se fidelizar dessa maneira.

  • Programas de cashback ou reembolso

Ainda em crescimento no Brasil, os programa de cashback (reembolso) são uma vertente do “antigo programa de fidelidade” muito atraente para os consumidores.

Essa estratégia de fidelização consiste basicamente em “devolver” parte do dinheiro gasto em uma compra direto na conta bancária do cliente. Diversas empresas começaram a terceirizar o serviço de cashback e criar “convênios” com estabelecimentos dispostos a oferecer esse tipo de serviço aos seus clientes.

Melhor que ter acesso a bons descontos, só receber parte do dinheiro de volta. Programas de reembolso são muito atraentes para os clientes, já que eles não demoram a ver parte do seu dinheiro de volta.

  • Coalizão. Programa de fidelidade em parceria.

O programa de fidelidade que comporta várias empresas em parceria,

é comumente chamado de “Coalizão”. Esse tipo de programa consiste na criação de uma “moeda de troca” geralmente representada por pontos, que é ganha fazendo compras em estabelecimentos parceiros.

Depois de acumulados pontos suficientes, o consumidor pode usá-los para ganhar benefícios, descontos ou prêmios nas lojas parceiras. A coalizão se difere dos outros programas porque oferece prêmios em diversos setores e empresas.

  • Recompensas beneficentes

A cada ano mais recorrentes, as recompensas beneficentes são aquelas que visam ajudar determinada instituição, causa ou empresa com recursos ou dinheiro. Ou seja, não necessariamente o consumidor ganha algum benefício, mas fica ciente que ao fazer uma compra, está beneficiando alguma causa que precisa de apoio.

As propostas beneficentes variam de acordo com a instituição ou órgão que recebe o auxílio. Se o estabelecimento for vinculado ao Hospital do Câncer, provavelmente sua proposta beneficente será baseada em converter parte da renda obtida através das vendas em doações aos pacientes do hospital. Por outro lado, se o estabelecimento for vinculado a uma instituição de preservação ecológica, é possível que façam campanhas que financiem o plantio de árvores com parte do valor arrecadado em vendas.

Esse tipo de programa de fidelidade não é tão direto, mas acaba causando impacto positivo no público consumidor. Além disso, é uma grande oportunidade de incentivar a caridade e ajudar outras pessoas. O altruísmo é bem visto no mercado consumidor e deixa os clientes mais confiantes na ética de trabalho do estabelecimento.

As recompensas beneficentes podem ser usadas em parceria com outros programas de fidelidade. Fique livre para usar a estratégia que melhor se adequa ao seu negócio. Só não se esqueça que além de definir como funciona o programa de fidelidade, você precisa tomar certos cuidados ao aplicá-lo.

Mais de 100 mil estabelecimentos já utilizam o Programa Consumer.

6 Dicas para obter mais sucesso na implementação de um programa de fidelidade

Estabelecimentos que fornecem bons serviços e uma boa experiência aos seus clientes se saem muito melhor que os concorrentes que não se preocupam com essas questões.

Veja a seguir algumas dicas de como criar um programa de fidelidade mais eficiente.

  •  Controle as expectativas do seu cliente

É muito importante para a sobrevivência do seu negócio que você conheça seus clientes. Quando você estiver a par dos diferentes perfis que têm seus consumidores, estará ciente de suas necessidades. Procure fazer pesquisas de controle e satisfação para aos poucos conhecer o seu público.

Quando você conhece as necessidades do seu público alvo, pode dar a eles exatamente o que querem. Faça pequenos testes e vá contrastando os resultados, procurando manter suas implementações e suas estratégias publicitárias sempre alinhadas às expectativas que as pessoas têm em relação aos seus produtos ou serviços.

Uma conduta importante para se conseguir controlar as expectativas do cliente é sempre ser transparente com ele. O que nos leva à nossa segunda dica.

  • Seja sincero com o seu consumidor

É importante lembrar-se de não “copiar” estratégias. Deixe o seu negócio com uma identidade singular! Procure traçar, com seriedade e honestidade, planos para que os clientes consigam ver, por conta própria, cada um dos trejeitos únicos do seu negócio.

Seu cliente tem de saber o que esperar de você. Faça com que ele veja o que sua marca de fato tem a oferecer. Nada mais que isso. Não o municie de falsas esperanças e nem exagere nas promessas feitas aos seus consumidores, mas procure fazer com que eles se sintam especiais.

  • Eleve os status do cliente

Quando contratam algum serviço ou compram alguma coisa, os clientes querem ser a prioridade do negócio. Lembre-se de priorizar as necessidades do consumidor. Atenda à suas questões o mais rápido possível, esclareça mal entendidos e fique atento às reclamações feitas.

Estamos na era da internet e uma só reclamação ruim pode abalar muito a confiança de clientes em potencial, que sem muita dificuldade podem acabar sendo desencorajados por uma avaliação negativa.

Seja perspicaz e além de tratar cada um de seus clientes como um rei, entenda que cada uma das opiniões emitidas por ele podem aumentar ou diminuir a eficácia do seu marketing impessoal.

  • Reconheça a importância do marketing impessoal

O marketing impessoal, o famoso boca a boca, é a ferramenta de publicidade mais importante do mercado. Pense bem, você não costuma confiar nas recomendações dos seus amigos, família ou pessoas com gostos parecidos?

Bom, boa parte das pessoas dá muito valor ao que lhes é recomendado. É natural que se lembrem primeiro da recomendação feita pessoalmente por um colega quando precisarem daquele mesmo produto ou serviço que lhes foi recomendado.

O que vale lembrar é: Consumidores satisfeito contarão sobre sua satisfação para outras pessoas, família, amigos e colegas, outros consumidores em potencial.

A qualidade do atendimento não se resume só à eficiência na entrega do pedido. O modo com que cada um dos processos é feito, a atenção destinada ao consumidor e a riqueza de cuidados com os detalhes são coisas que agradam clientes.

Quanto mais humanizados são os serviços oferecidos, maiores são as chances de cada um dos clientes se sentir um pouco mais especial ao entrar no estabelecimento.

Com certeza vão querer que as pessoas com quem se importam sejam tratadas assim também.

Um bom programa de fidelidade começa no atendimento.

  • Cada cliente é um parceiro valioso

Todo negócio carece de seus clientes. Para melhor atender a suas expectativas é preciso conhecê-los melhor.

Mas mais que isso, é preciso deixá-los sabendo que você se preocupa em os ouvir. Caso contrário, eles não vão saber a quem, de que forma e em que ocasião destinar seus comentários, elogios, críticas e observações.

Deixe os seus clientes cientes das diferentes maneiras com que podem interagir com o seu negócio. Treinar funcionários atentos a essas questões é muito importante, inclusive para implementar um programa de fidelidade eficiente.

Pode parecer besteira e ditado de boteco, mas “é dando que se recebe”. Para conseguir respostas dos seus consumidores é preciso fazer-lhes perguntas e lhe dar justificativas antes mesmo que eles decidam fazer perguntas.

É importante não só exigir Feedbacks dos seus clientes como também deixá-los, de certo modo, a par das decisões, ajustes, testes e mudanças feitas no negócio.

Se você precisar, por algum motivo necessário, aumentar preços ou diminuir porções, você precisa deixar cada um dos seus clientes informado dos motivos das alterações para que eles compreendam melhor e com mais facilidade os benefícios trazidos com a mudança. Assim você acaba gerando valor ao seu produto e serviço na mesma em que seu cliente se sente parte das decisões tomadas pelo seu negócio. Parece interessante, não é?

Isso nos leva à próxima dica: Exigir o feedback, algum retorno por parte do cliente é importante. Mas de fato é ainda mais importante agir com base nesse feedback, agir por conta dele, por conta do aprendizado trazido pelas opiniões e dicas dos seus consumidores.

  • Aprenda com seus consumidores. Aprimore seu negócio fazendo bom uso das críticas.

Desde o momento em que entram no estabelecimento ou fazem o pedido, os clientes começam a fazer considerações. Começam a olhar em volta, prestar atenção aos detalhes e, mesmo que inconscientemente, logo começam a esboçar aprovação ou desaprovação.

É prudente atentar-se a esses esboços, reparar nessas pequenas mostras de contentamento ou insatisfação, saber o que os seus clientes tem a dizer sobre o modo com que conduz seu negócio pode lhe ajudar a encontrar soluções para os eventuais problemas ou queixas que eles vierem a lhe apresentar.

Nada de se zangar ou desistir, as críticas existem para evidenciar os pontos em que a sua gestão pode melhorar. Seja amigo do seu consumidor, não é que necessariamente o cliente está sempre certo, mas é melhor você lhe dar cada vez mais motivos para ele pensar que está.

Você logo vai perceber que todas as 6 dicas aqui listadas são correlacionadas, procure aplicar todas para obter mais êxito ao preparar o terreno para a implementação de um ótimo programa de fidelidade.

Colocando a mão na massa: Como implementar um programa de fidelidade?

Agora que você já entende melhor como funciona um programa de fidelidade e conhece bem as razões para implementar um no seu negócio, você já pode começar a pensar nos arranjos necessários para fazer com que o seu programa funcione bem, de maneira eficiente e lucrativa.

 

Para montar um programa de fidelidade atraente e interessante é importante:

  • Pesquisar mais sobre seus clientes e descobrir o que eles gostariam de ganhar. Talvez seus clientes gostem mais de brindes, talvez gostem mais de descontos, pode ser até que eles prefiram entrega grátis ou vale-compras. Descobrir como agradar os clientes é o primeiro passo para gerar mais fidelizações.
  • Pense nas necessidades do seu público alvo e proponha uma recompensa compatível com seus desejos e expectativas.
  • Procure a maneira mais adequada de se direcionar ao seu consumidor. Ele está na Internet? Usa gírias ou fala de determinado modo característico? Use esses mesmo artifícios para se comunicar com ele. Você vai no mínimo atrair sua atenção e sutilmente criar familiaridade.
  • Seja conciso, breve e claro quanto às regras e instruções do seu programa de fidelidade. Um programa que parece muito trabalhoso de se fazer parte não costuma ser atraente. Procure criar orientações breves e úteis, que sempre evidenciam a utilidade do retorno que o cliente recebe, ele ficará mais disposto a fazer determinado cadastro se tiver em mente o valor dos benefícios.

Para não perder dinheiro ao implementar um programa de fidelidade você precisa pensar em quanto a sua recompensa custa e calcular quantos pedidos você precisa vender para que o brinde, pedido grátis ou qualquer outra recompensa “se pague” sem muita dificuldade.

Crie uma planilha que lhe dê bom controle sobre as recompensas distribuídas e não deixe de saber quem são seus clientes fiéis. Recolha e organize suas informações, embase suas abordagens com base nessas informações, lembrando-se de sempre mobilizar os dados recebidos de maneira responsável e profissional.

Melhor do que uma planilha, é um software que lhe ajude a organizar essas informações. O Programa Consumer agora tem um novo módulo voltado para essa finalidade, o novo módulo “Programa de Fidelidade” permite que você registre e organize não só os dados do cliente como também tenha controle absoluto sobre os pontos acumulados e os pedidos feitos.

Faça ainda melhor, use um sistema inteiramente voltado para ajudar no gerenciamento do seu estabelecimento.

A ferramenta de gestão de Programas de Fidelidade deixou o Consumer ainda mais completo. A melhor parte é que com essa atualização você não precisa de mais nenhum outro programa no computador para gerenciar o seu estabelecimento.

No caso do programa de fidelidade, o Programa Consumer te permite até criar uma espécie de cartão de fidelidade “virtual” para cada cliente. Veja o vídeo para entender melhor!

Ainda não conhece o Consumer?

Cadastre-se agora e ganhe 15 dias para testar todos os recursos disponíveis para assinantes.

Garanta que seus clientes voltem para comer mais vezes. Cative-os o bastante para que voltem acompanhados e sirva-lhes do melhor modo possível para que se satisfaçam.

Esses são os grandes segredos para ter sucesso ao implementar um programa de fidelidade.

Download Grátis - Sistema de gerenciamento para restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos alimentícios de modo geral.

Esse artigo te ajudou de alguma forma? Tem dúvidas ou sugestões? Entre em contato com a gente!

Leia também: Loja de Açaí Fideliza Clientes Usando um Aplicativo Próprio

13 comments

Participe e deixe seu comentário abaixo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.